• Blog

    gus

    NSA ataca rede Tor e mira em pessoas preocupadas com a privacidade

    Em matéria publicada no jornal alemão DasErste (03/07), ativistas revelam que a NSA define que os usuários da rede Tor são "extremistas". A matéria investigativa revela que:

    Dois servidores na Alemanha - em Berlim e em Nuremberg - estão sob vigilância da NSA

    Apenas por procurar na web por ferramentas de proteção a privacidade listadas nas regras do XKeyscore faz com que a NSA marque e monitore o endereço IP da pessoa fazendo a pesquisa. Não apenas os usuários alemães são monitorados, mas o código fonte mostra que usuários do mundo inteiro são monitorados pela NSA.

    Entre os alvos da NSA está a rede Tor, financiada principalmente pelo governo dos Estados Unidos para ajudar ativistas pela democracia em estados autoritários.

    As regras do XKeyscore revelam que a NSA monitora todas as conexões de um servidor que hospeda parte de um serviço de email anônimo no Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência da Computação do MIT (CSAIL) em Cambridge, Massachusetts. Também gravam os acessos dos visitantes de um popular jornal digital chamado "the Linux Journal - the Original Magazine of the Linux Community", e chama-os de "fórum extremista".

    A matéria está dividida em cinco partes e pode ser lida aqui: NSA targets the privacy-conscious. E também é possível acessar o código fonte das regras do XKeyscore.